Como ouvir os “sons” do Aquera?

ATENÇÃO NO SEU TRATAMENTO COM O USO DOS FONES DE OUVIDO 

O ouvido humano é capaz de captar sons que variam dentro de uma range (variação) de frequências que vai de 20 Hz a 20 kHz. No entanto, as frequências geradas pelo Aquera (balanced files) possuem uma range maior do que esta. É importante saber que o cérebro é capaz de trabalhar com frequências mais baixas porque a atividade neurológica do cérebro é baseada na frequência do próton (5 Hz).

Para que estas frequências cheguem ao cérebro devidamente, é importante o uso de um “instrumento” capaz de fazer com que elas atinjam o cérebro com fidelidade, uma vez que ele tem que estabelecer o reconhecimento preciso destas frequências para a sincronização neural dos processos de (auto)cura. Por isso, os fones de ouvido precisam possuir especificações adequadas. Os sons noturnos, por exemplo, possuem frequências muito baixas e um fone comum não será capaz de permitir captar todos eles através da audição.

CUIDADOS FUNDAMENTAIS:

  • Range de 5 Hz (ou menor) a 2oKHz (ou maior);
  • Potência mínima de 100 db (decibeis);
  • Usar a marca Ultrasone para tratamento neurológico, porque não tem campo eletromagnético no seu funcionamento e, sim, ultrassom;
  • Não comprar fones com Bluetooth, pois perde-se a qualidade do som (que deve ser transmitido por fio);
  • Ouvir os sons diurnos de 2 a 3 vezes por dia (mínimo);

POSIÇÃO DOS FONES DE OUVIDO

Informações de frequências são enviadas a cada lado do cérebro de maneira específica, pois cada lado de nosso cérebro possui uma determinada função fisiológica de reparo. Portanto, jamais troque a posição dos fones R (direto) e L (esquerdo), pois a terapia não fará qualquer efeito.

Dra Isabela David

Médica nutróloga com Título de Especialista em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Médica Brasileira (AMB)