img-nutrologia

A Nutrologia é uma especialidade médica.

Com a conclusão do Projeto Genoma Humano e todas as conquistas subsequentes, a abrangência de atuação do nutrólogo muito foi ampliada. Hoje, mais do que as doenças, o foco se volta para a manutenção da saúde. Esta é a essência da Medicina Genômica, a Medicina do Século XXI:

Mais Preventiva

Mais Preditiva

Mais Personalizada

Mais Pró-Ativa

Mais Participativa

Se você não conhece bem o termo Preditiva, significa que podemos identificar as nossas predisposições genéticas (através de Testes Preditivos de DNA) e interferir precocemente para que as doenças não se manifestem.

A Nutrologia também se ocupa do diagnóstico e tratamento das “doenças nutricionais”, que envolve um grande número de doenças, muitas bem conhecidas, já que em quase todas as doenças a dieta tem algum papel.

Se pensarmos de uma maneira bem ampla, toda doença tem sempre um componente nutricional, porque o organismo, como um todo, precisa de cuidados nutricionais no decorrer de qualquer processo patológico, mesmo que, de início, ele não tenha nenhuma relação com os nutrientes, não é mesmo?

Por exemplo: artrite reumatoide é uma doença nutricional? De início, não. No entanto, um artigo de 2012 dizia assim: Componentes dietéticos usuais, especialmente as vitaminas A e D, os ácidos graxos ômega-3 e os probióticos, são hoje reconhecidos como de fundamental importância na proteção contra doenças de natureza inflamatória, entre elas a artrite reumatoide. (Issazadeh-Navikas, S., R. Teimer, et al. (2012). “Influence of dietary components on regulatory T cells.” Mol Med 18(1): 95-110.) Portanto, sob uma óptica abrangente, a artrite reumatoide seria também uma doença nutricional. Inclusive, tem uma íntima relação com a saúde intestinal, como outras doenças de natureza auto-imune!

São doenças nutricionais bem estabelecidas:

  • anemia ferropriva, anemia megaloblástica por deficiência de vitamina B12, hipovitaminose D, escorbuto (deficiência de vitamina C), pelagra (deficiência de vitamina B3), beriberi (deficiência de vitamina B1), hipotireoidismo por deficiência de iodo, gota, carência de vitamina A, obesidade, desnutrição, hipertensão arterial, diabetes mellitus, vários tipos de câncer, litíase renal, litíase biliar, anorexia nervosa, bulimia, osteoporose, raquitismo, doença celíaca, intolerância à lactose, entre muitas outras.

Agora, com a Engenharia Aplicada ao Tempo de Vida Saudável, mais do que nunca você precisa do seu nutrólogo para acompanhar sistematicamente o seu estado nutricional ao longo da vida, ajudando-o no processo de Gestão do Envelhecimento. Isso tudo para envelhecer com qualidade, já que, recorrendo a um aforismo comum:

“Não basta acrescentar anos à vida e, sim, dar vida aos anos!”