Plasti

Plasticidade cerebral

Durante muito tempo, achávamos que o cérebro não tinha capacidade de regeneração. Uma vez danificados nossos neurônios, nada a fazer. Achávamos também que depois da puberdade, o cérebro se modificava muito pouco. Hoje sabemos que o cérebro tem grande capacidade de regeneração e de adaptação. Ele não apenas pode se recuperar de lesões, mas pode adquirir novos “poderes”, dependendo do quanto é  exercitado!

Chamamos de neuroplasticidade a esta capacidade do cérebro de mudar e de se aprimorar. Tudo o que aprendemos, na realidade, modifica o cérebro. Tem uma frase muito interessante da qual devemos tomar plena consciência no contexto plasticidade cerebral:

O QUE VOCÊ PRATICA VAI FICANDO CADA VEZ MAIS FORTE.

(WHAT YOU PRACTICE GROWS STRONGER)

A meditação mindfulness, que, através da respiração consciente, tem a intenção de nos ensinar a “viver no momento presente” vem sendo proposta como uma prática anti-estresse para nos ajudar a vencer tantas adversidades e estímulos excitatórios do mundo moderno. Inclusive, através dela, desenvolvemos a nossa resiliência, que é justamente a capacidade de atravessar as adversidades com equilíbrio, aprendendo a encará-las como possibilidades de superação, como degraus que nos auxiliam a alcançar patamares mais altos de evolução.

Praticar o hábito de nos concentrarmos no momento presente tem o enorme benefício de diminuir os pensamentos ruminantes, os pensamentos repetitivos e “destrutivos” que nos cansam e provocam enorme prejuízo da função de “reparo” do cérebro. Sim, tanto o excesso de emoções, como o excesso de processamento de emoções tendem a criar dificuldades para o cérebro exercer as suas funções, uma vez que ele é o grande gerenciador de tudo que acontece em nosso organismo, desde suas instruções para o sistema imunológico, até as ondas sensoriais e motoras tão importantes para vivermos plenamente, com percepção de equilíbrio e bem-estar.

Lembre-se: o que você pratica vai se fortalecendo. Pratique o equilíbrio. Pratique a paz de espírito. Incorpore o antigo conselho de Aristóteles, quando disse: Conheça-se a ti mesmo.

A prática da meditação revela o nosso mundo interior, apenas nosso, onde a nossa essência desincorpora todos os falsos valores que permeiam os nossos pensamentos numa sociedade competitiva, enraizada em status, aquisições materiais e interesses que fogem aos valores mais nobres do espírito.

Dra Isabela David

Médica nutróloga com Título de Especialista em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Médica Brasileira (AMB)